• 4° Time no Mundo com mais Títulos
  • 1° das Américas
  • 54 Títulos

Canais Oficiais

Facebook Youtube

Hoje é 22 de Junho de 2017 - 07:18h

Voltar

Onze esportes do Pan darão vaga no Rio 2016; hóquei tem situação curiosa

06/04/2015
Não serão apenas as medalhas de ouro, prata e bronze que estarão em disputa nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que se iniciam no próximo dia 10 de julho, em Toronto, no Canadá. Em onze esportes, a competição valerá também como classificação para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Para o Brasil, que será sede do evento ano que vem, o foco está no hóquei na grama, modalidade menos desenvolvida do país, que precisa vencer ao menos um jogo para se garantir nos Jogos Olímpicos.

O hóquei na grama masculino do país terá que fazer história no Pan de Toronto. Tradicional saco de pancadas nos eventos continentais, o país terá que ficar entre os seis primeiros colocados (de oito times) na competição para conseguir ir aos Jogos Olímpicos. Ou seja, terá que vencer pelo menos uma partida, algo que jamais fez na história do evento. A equipe terá que provar para a Federação Internacional e para o COI que evoluiu desde 2009, quando o Rio de Janeiro foi escolhido sede. Independente do Brasil, o campeão da competição carimba passaporte para as Olimpíadas, e a disputa deve ficar entre argentinos, americanos e canadenses.

O tiro esportivo dará um total de 20 vagas em 15 provas diferentes para as Olimpíadas. O lugar do Brasil só contará no caso de ser conquistada em uma disputa na qual o país ainda não tem um lugar assegurado. São os casos do fossa duble, carabina três posições, carabina deitada e  pistola de ar (masculino), e pistola e carabina (feminina). Nas demais, o Brasil já tem lugar garantido nas Olimpíadas, portanto, não precisa conquistá-las "dentro de campo".

Segundo a Federação Internacional de Atletismo (IAAF), o Pan é um evento em que os atletas podem conquistar índices para as Olimpíadas. Mas, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) ainda não confirmou quais serão os critérios nacionais para as Olimpíadas. Portanto, é possível que um atleta do país faça um índice olímpico no Pan, mas só descubra isso meses depois.

Para o levantamento de peso, taekwondo e triatlo, o Pan contará pontos para o ranking mundial, que é classificatório para os Jogos Olímpicos. Nestas modalidades, o Brasil já tem alguns lugares assegurados para 2016, mas quer aumentar essa lista. Uma maneira de conseguir isso é somando pontos importantes através da competição continental.

Nos outros esportes, as vagas olímpicas pouco importam para o Brasil. Na canoagem slalom, handebol, hipismo e pentatlo moderno, o Pan dá um lugar nas Olimpíadas, mas não para o país, que já tem essas vagas asseguradas. Na natação, cada Confederação Nacional estipula seus critérios de classificação, e algumas usarão o Pan como qualificatório para 2016. A princípio, esse não será o caso dos brasileiros. 

GloboEsporte.com

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Hóquei Clube Sertãozinho

Canais Oficiais

Facebook Youtube